Recomendado por Lilith Súcubo

Lilith Súcubo
Decidir recomendar uma historia é de certa forma uma responsabilidade. Não adianta chegar aqui e dizer que Amante Sensual é uma boa Fic, uma Fic bem escrita, que é sensual e etc. Isso fica óbvio se você já tiver lido outra Fic da autora, um bom exemplo seria Amor Fatal (fica a dica para quem quiser). Na verdade, é muito difícil saber o que escrever aqui, então vou simplesmente dizer que quem não ler se arrepende e quem ler não esquece mais. É necessário mais do que tempo e disposição para escrever, é necessário um dom ou no mais mínimo é necessário lógica. Falando sinceramente, Visione não tem simplesmente lógica e sim um dom incrível para a escrita. Amante Sensual atrai a atenção de quem ler não porque tem capítulos quentes (se bem que é uma característica marcante nesta Fic), mas porque prende você dentro do enredo de toda a história e envolve você na expectativa do que vai acontecer a seguir, os personagens ficam marcados mesmo depois que você já tenha cansado de ler tudo de novo e de novo, mas a vontade é mais ou menos essa, uma vontade de ler cada vez mais e ficar ansioso enquanto o próximo capítulo não é postado. Bom, é essa a minha opinião sobre a Fic e uma pitada do dom da autora. Só quero deixar bem claro de que Visione é o tipo de autora que dificilmente escreve algo que não mereça ser recomendado (até agora não li nada que não mereça, mas como todos são dignos de errar...). P. S. - Pode ler tranquilo (a), não vai se arrepender. Estupenda e a cada novo capítulo melhora mais e mais.
(1) HÁ ANOS / (2) A ANOS / (3) À ANOS

(1) Indica tempo passado -> Ex.: Ele chegou do Japão há um ano.
(2) Indica tempo futuro -> Ex.: Daqui a dois anos eu farei intercâmbio.
(3) WAT? No sentido de indicação de tempo: isso non eczste! Aliás, também não existe "á" (com o acento agudo para a direita): nem em "á anos", nem nunca!

(1) A PAR / (2) AO PAR

(1) Significa ciente. -> Ex: estou a par da situação.
(2) É usado na área financeiro-comercial, significando “sem ágio” no câmbio. -> Ex: o dólar e o euro continuam ao par.

Recomendado por VallChan

VallChan
Bem, quem curte a Irmandade simplesmente não pode deixar de ler essa história, pois na minha opinião é o tempero que faltava na história do Rhage. Afinal ele passa metade do livro tentando conquistar a Mary que sempre foge, em concorrência não é tão diferente só que dessa vez temos uma Mary que com certeza mexe com as estruturas de qualquer um, nada contra o todos podem conseguir um amor de verdade,mas essa história é simplesmente perfeita, òtimos personagens, conservando a personalidade que amamos, mistérios que te levam a ler cada entrelinha da história, e principalmente um casal que tem tudo para não dá certo, mas que no fundo se amam loucamente. Quem lê pelo mesmos o primeiro capítulo com certeza vai querer ler o próximo e vai se apaixonar como eu me apaixionei.