Recomendado por Han Eun Seom

Han Eun Seom
O que posso dizer? A fic é perfeita! Quando a Luana escreveu dizendo que esta era a sua primeira fic eu não acreditei. A fic é descrita na medida certa, coisa que eu acho importantíssimo tanto em um capítulo como na fic em geral. Umas coisinhas que devem fazer parte dessa recomendação: "Definitivamente não gosto de MP de divulgação, mas garota, você foi uma das poucas que me surpreendeu. Muito bem feita sua divulgação." "Como você conseguiu postar a imagem do bilhete? Caralho, ficou foda sério. Sabe se uma coisa? Acho que não existiria ninguém em sã consciencia que não curtisse esse capítulo." "Esse capítulo tah fraco aonde garota? Não, me diga.Por que de fraco eu não vi nada. Será que estou ficando mais cega do que já sou?" "O capítulo está muito bem escrito garota! Amei. Sabe... Essa aqui é a minha fic preferida do AM." Acreditem nisso ai. Por que é verdade. Além de recomendar a fic eu gostaria de agradecer a Luana... Por me aguentar, eu e meus péssimos reviews... Vamos dar a Luana reviews melhores! Vão lá e leiam. É perfeita.
"HÁ MUITO TEMPO ATRÁS"

É uma construção redundante, meus queridos, como “entrar pra dentro” e “subir pra cima”. O “há” já me dá a ideia de passado; não havendo, portanto, a necessidade do “atrás”. Escolha um ou outro e seja feliz.

A GENTE É AGENTE SECRETO?

Quando se refere a “nós”, é separado, resultando em “a gente”. Já “agente” é derivado do verbo “agir”, sendo aquele que AGE, então é tudo junto.

Recomendado por Hanna_21

Hanna_21
Costumo definir uma boa história através de critérios: bons personagens, enredo interessante e que prenda o leitor, boas descrições, meu grau de ansiedade pra ler os capítulos que estão para sair e, principalmente, que a história não se perca no meio do caminho."Now Then, Mardy Bum?" preencheu todos os critérios até agora, e com sobras! Dificilmente quando se trata de fics de bandas não há um personagem OC no meio. Muita gente não gosta, mas isso é muito relativo. A OC da história, Olivia, é digna de livros. Ela não vai mudando drasticamente de personalidade ao longo da história, a ponto de parecer outra pessoa (como acontece com uma frequência lamentável); pelo contrário, ela mantém a postura que assumiu desde o início. Isso não significa que ela tenha um único lado. Pode não parecer, mas criar uma personagem assim é difícil: se ela é quietinha, ou é sonsa demais ou muda demais; se ela é louca, acaba ficando como uma vadia retardada. Olivia tem tudo na medida certa: não é careta, mas não é oferecida; não é submissa, mas não é absolutamente arrogante; não é super fodona, mas não é imbecil. Enfim, as características foram bem-selecionadas, formando uma personagem real e difícil de não se identificar. O enredo não é viajante, é completamente plausível. As cenas não tem detalhes chatos, a descrição é o suficiente para entender bem e ao mesmo tempo deixar sua imaginação voar. Bem, a fic é de Arctic Monkeys, então não posso deixar de falar em como eles ficaram. Matt como o cara legal que todas nós imaginamos que ele seja, mas também com aquele "quê" de rockstar que vimos um pouco em Suck it and See it. Jamie monossilábico como sempre, mas divertido, e Nick mais quieto, mas sem ser "olha-é-o-baixista-irrelevante". Mas o Alex... Caramba. Impecável. É algo meio pessoal, mas o MEU Alex é aquele do "Favourite Worst Naightmare", com o cabelo meio de macaquinho, a pose de ainda "estou saindo da juventude, mas sou fodão para aguentar a vida adulta de rockstar"... E ele foi retratado dessa forma: com a arrogância e a cretinice um pouco características, mas um bom humor mais evidente. Isso o deixa fofo e cretino ao mesmo tempo, e esse é o charme. O cara é uma caixinha de surpresas. Acredito que QUALQUER fã da banda vai AMAR a fic, e mesmo quem não conhece ou não gosta muito, vale a pena. É uma história incrível!