PARA "MIM" FAZER

O pronome "mim" funciona sempre como objeto de uma ação, ou seja, é sempre aquele que recebe uma ação, por assim dizer. Dessa forma, a colocação adequada do pronome na frase acima seria "para eu fazer", tendo em conta que "eu vou fazer" alguma coisa, ou seja, vou realizar uma ação. Reparem a diferença entre:
1. Isso é muito difícil para mim.
2. Era para mim ir lá.
Na primeira frase, o "mim" funciona como objeto, ou seja, ele está sofrendo uma ação, não está fazendo nada, a colocação do pronome está correta; já na segunda frase, a colocação adequada do pronome seria "era para eu ir lá", porque, nesse caso "eu" é sujeito, ou seja, eu deveria estar praticando a ação de "ir" lá.
Ficou claro?

(1) CÉREBRO / (2) CÉLEBRO

(1) O cérebro (sim, cé-re-bro), o cerebelo e a ponte, juntos, formam o Encéfalo, o centro nervoso do corpo humano. Essa palavra faz parte da aulinha de anatomia, mas, figurativamente, pode ainda significar inteligência ou talento. -> Ex: O seu cérebro era superdesenvolvido.
(2) WAT? Isso non ezciste!