Recomendado por Cipriano Grigori

Cipriano Grigori
Primeiramente gostaria de agradecer a essa autora diva que escreveu tudo o que eu sinto. Segundamente menina você tira essa inspiração da onde hein? Hey você que está lendo essa recomendação saiba que você está prestes a ler uma verdadeira obra-prima no Nyah. A autora leva a história de uma forma cativante, ela me fez lembrar de viagens que eu fiz lendo esses livros incríveis e eu tinha esquecido, dá para acreditar. Essa história é maravilhosa, leia porque você não vai se arrepender.
"FAZEM TRÊS ANOS..."

Saia desse capítulo que não te pertence! O verbo “fazer”, indicando tempo (sentido de “haver”: Há três anos) não varia. Então -> FAZ TRÊS ANOS.

"LEMBRO DE VOCÊ"

Só existe a preposição "DE" nesses verbos caso haja o pronome oblíquo (me, te, se, nos, vos, se) referente à pessoa que atua na ação.
-> Ex. certos: “Eu me lembrei das minhas férias” OU “Eu lembrei as minhas férias”.
-> Ex. errados: ”Eu lembrei das minhas férias” OU “Eu me lembrei as minhas férias”.

Recomendado por Jupiter

Jupiter
Então, para começar, algumas pessoas tem seu milagre. E o milagre da autora é saber escrever tão bem assim! Caramba, você se sente como se estivesse lendo um texto do próprio John Green. Ela não apenas escreve como a Margo, ela É a Margo quando escreve. "além De co Servar O jeito de EscreVer da marGo", cria um final lindo, emocionante e que nos faz pular de empolgação. A leitura é rápida e flui super bem, não tem repetição de palavras nem erros, é um Ferrero Rocher das fanfics. Merece os leitores mais legais do mundo, porque muitos autores escrevem com as mãos, alguns com o coração, mas poucos escrevem com a alma. A autora coloca as palavras no papel de um jeito apaixonado e única, que faz o coração disparar e os pulmões perderem o ar. Se não quiser ter um sério caso de amor verdadeiro com essa história, não leia. Agora, se quer alegrar seu dia e se emocionar, e gastar um pacote de lencinhos, vá em frente.