Recomendado por MaryLoov

MaryLoov
Bem... Eu nunca fiz uma recomendação,mas me senti tentada a fazer essa. Então perdoem se eu não souber bem o que escrever. Acho que o que mais me cativou nessa história é que além de unir personagens de ICarly e Victorious (e agora, também os do Big Time Rush, apesar de eu não gostar muito...), ela foge de todos os "clichês". Quer dizer, a grande maioria das fanfics que li sobre ambas as series, giravam em torno apenas de "quem deve ficar com quem" e aquele blábláblá dos romances o que termina se tornando repetitivo. Já nessa fanfic, o autor não apenas foca em um só acontecimento, mas há uma mistura entre suspense, ação, comédia, romance, tragédia entre outros. É uma história que provoca emoção, nos faz interagir, utiliza uma ótima linguagem e tem uma surpresa a cada capítulo, o que nos faz ter cada vez mais vontade de ler! A entrada de um novo personagem, O Jesse, também deu todo o toque e a "magia" da história! Então, finalizo dando parabéns ao autor e indicando a fanfic pra vocês! :)
(1) À-TOA / (2) À TOA

“Tia, essa é fácil! À-toa, com hífen, não existe! rsrsrs”
Caro ninja noob, infelizmente, existe sim, e veremos como:
(1) Significa desprezível, inútil. -> Ex: Ela era alguém à-toa. (Inútil)
(2) Significa “a esmo”, inutilmente (note que é a forma da ação enquanto, o de cima, caracteriza algo). -> Ex: Vivia à toa na vida.

(1) APTO / (2) APITO

(1) Alguém apto é alguém que é bom para algo ou que possui uma tendência ou uma capacidade legal. Algo apto é algo que é conveniente ou característico para aquilo. -> Ex: Ele é apto para o cargo. (No sentido de ser bom para o cargo)
(2) É um pequeno instrumento de sopro para apitar ou assobiar. Também pode vir do verbo "apitar", que é "tocar o apito". Em jogos de futebol, pode haver a colocação de "apitar o jogo" no sentido de conduzi-lo. -> Ex: Não sei, eu não apito o jogo! Esse é o trabalho do juiz!

Recomendado por Emma Grande

Emma Grande
O quê apenas dez jovens podem aprontar e viver no último ano de um internato? Tudo o que podemos imaginar , eles podem fazer . É demais , é como se existissem dois cabos , um na história e outro em você , e quando você começa a ler ela se conecta com a história e parece que você está dentro dela . Não consigo acreditar como somente 2 (duas) pessoas pode ter tanta imaginação ... Se uma das duas pararem de escrever eu vou atrás , para furar o pneu e tacar fogo no carro . Tão entendendo "né " ?