Recomendado por Jack O Frost

Jack O Frost
Escrevendo Okita de uma forma tão perfeita. Escrevendo daquele modo que, a cada frase, é como se estivesse tocando minha alma e me fazendo entender os sentimentos do personagem em si. Como se, por alguns breves momentos de leitura, eu pudesse ser o protagonista e entender sua dor. Depois de Soundless Voice, essa é a minha favorita. E ambas são de sua autoria. Interessante, não? Talvez eu realmente esteja apaixonada pelo modo como escreve. Agora, voltando a me referir a Konayuki, eu simplesmente não poderia sair daqui sem deixar meus sentimentos 2x. Nos comentários e na recomendação, pois simplesmente merece. Simplesmente merece por ter me feito chorar e rir ao mesmo tempo. Por simplesmente ter me cativado ao ponto de me fazer ter vontade de escrever um grande livro sobre os sentimentos que despertou em mim. E, eu terei que terminar por aqui, pelo espaço não ser muito grande e porque estou emocionada demais para falar mais alguma coisa... Mas, eu realmente, realmente e realmente amei Konayuki. Parabéns.
(1) QUANTO x (2) QUANDO

(1) Significa "que número de", "que quantia". -> Ex: Quanto sobrou?
(2) Sempre lembra o tempo de uma ação. -> Ex: Quando você irá me dizer quanto sobrou?
Obs.: enquando non ecziste, é enquanto.

(1) SEQUER / (2) SE QUER

(1) É sinônimo de "nem ao menos". -> Ex: Ela não me quer mais, sequer me ama!
(2) É igual à expressão "se deseja" dando ideia de condição possível no futuro. -> Ex: se quer ir passear (se deseja passear), posso acompanhá-la.

Recomendado por Jack O Frost

Jack O Frost
Escrevendo Okita de uma forma tão perfeita. Escrevendo daquele modo que, a cada frase, é como se estivesse tocando minha alma e me fazendo entender os sentimentos do personagem em si. Como se, por alguns breves momentos de leitura, eu pudesse ser o protagonista e entender sua dor. Depois de Soundless Voice, essa é a minha favorita. E ambas são de sua autoria. Interessante, não? Talvez eu realmente esteja apaixonada pelo modo como escreve. Agora, voltando a me referir a Konayuki, eu simplesmente não poderia sair daqui sem deixar meus sentimentos 2x. Nos comentários e na recomendação, pois simplesmente merece. Simplesmente merece por ter me feito chorar e rir ao mesmo tempo. Por simplesmente ter me cativado ao ponto de me fazer ter vontade de escrever um grande livro sobre os sentimentos que despertou em mim. E, eu terei que terminar por aqui, pelo espaço não ser muito grande e porque estou emocionada demais para falar mais alguma coisa... Mas, eu realmente, realmente e realmente amei Konayuki. Parabéns.