A Insegurança de Luotto

Luísa esconde assédio de OTTO


Luísa Narrando -Eu resolvi visitar meu irmão, estava tentando me divertir mas o Otto estava em casa com a Poli,eu não gosto de samba mais resolvi aceitar o convite das meninas.Enquanto todos se divertiam eu passo pelo pior momento da minha vida.

—Olá!-Um homem chega falando
—Oi!-Falo saindo,quando ele me puxa!
—Me solta!-Eu falo batendo nele
—Você é uma mulher linda,e deve ser solteira
—Mas eu sou comprometida -Falo mostrando a minha aliança
—Relaxa!-Eu não sou ciumento -Ele diz me beijando,e eu o empurro lhe dando um tapa na cara
—Lu!-O quê foi?-Clau pergunta
—Está tudo bem dona Luísa?-O segurança Oliveira pergunta
—Onde você estava?
—Aqui mesmo!-A Sra tá bem?
—Estou!
—Vêm Lu!-Vamos lá em cima-Clau me leva e eu começo a chorar abraçada
—O Otto vai me matar,ele vai pedir o divórcio Clau,eu não quero perdê-lo
—Claro que não,Luísa!-Olha o Otto é doido por você
—Até quando ele vai aceitar uma traição?-O Otto não é pacífico
—Pera aí!-Você está dizendo que o traiu?-Mas você não é disso Luísa ,quando foi?
—Agora!-Um homem tomou boca comigo,e me beijou a força
—Então você não traiu, você foi assediada
—Até parece que o Otto vai aceitar isso?
—Você vai contar não vai?
—Claro que vou!-Mas eu preciso de um tempo
—Com licença dona Luísa!
—Sim Oliveira!
—O seu Otto me pediu para levá-la embora,parece que a Poliana tá com febre
—Eu tenho que ir
—O quê precisar estou aqui
—Obrigada!
—Dona Luísa!-A Sra está bem?
—Sim!-Só um pouco preocupada
—Posso ajudá-la ?
—Não!

Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no +Fiction e em seu antecessor, o Nyah, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!

Casa Pendlenton...

—Pai!-Cadê a mamãe?
—Ela está chegando filha!-Por que essa febre?
—Não sei!-Apenas sentir uma dor no peito
—Cheguei!-Tá tudo bem Poli?
—Agora que você chegou,vai estar!-Eu estava com medo
—Por quê filha?-Eu pergunto
—Não sei!-Apenas pensei que você não estava bem
—Mas a mamãe tá ótima, é só me ver
—Não sei!-A sua boca fala isso ,mas os seus olhos demonstram tristeza
—Vou fazer um chá para você,vai deitar em sua cama-Eu falo carinhosa e ela obedece
—Parece que a Poli só obedece e se acalma com você
—Eu vou fazer o chá!
—O quê aconteceu Luísa?-A Poliana tem razão você está diferente
—Não é nada meu amor!-Já volto

Dias Depois...

A Poliana voltou para a escola e eu deitei no sofá chorando por tudo que tinha acontecido outro dia.

—Meu amor!-Por que você está chorando?
—Nada!-Acho que estou sensível
—Desde o dia que você saiu sozinha você mudou
—Eu Estou bem meu amor,é só uma enchaqueca
—Sr.a dona Ruth está na porta
—Oi Otto!
—Oi Ruth
—Eu vou deixar vocês conversarem
—Não precisa Luísa ,você pode ouvir!
—Aé?-O quê foi?
—A Tânia quis entrar na escola a todo custo,e eu tô morrendo de pena de deixar o João e o Bento andarem só com segurança
—Ruth!-É o melhor a si fazer, acredita em mim-Otto diz e Ruth senta perto dele me deixando com ciúmes
—É só sobre a segurança deles Ruth,nada demais!-Falo impaciente
—Talvez eu esteja exagerando!-Ruth diz cumprimenta Otto e sai
—O quê foi isso Luísa?
—Isso o quê?
—Esse modo de tratar a Ruth!
—Nossa tá com pena?-Vai lá ficar com ela então
—Eu não estou entendendo!
—O quê você não está entendendo?-Ele pergunta
—Você acha que eu não posso me sentir incomodada com o carinho que ela te trata?
—Você nunca foi disso!-Eu não sinto ciúmes da suas amizades de colégio
—Onde você vai?
—Eu?-Eu vou pensar!-Ele sai indo para o laboratório me deixando arrasada

Ruth Goulart...

Ruth Narrando -Cheguei na sala da Helô colocando os bofes pela boca, principalmente com a atitude da Luísa.

—Ai Helô que bom que te encontrei!
—Nossa Ruth tá tudo bem?-Você está estranha!
—Eu nunca passei por uma situação tão constrangedora como passei agora
—O quê?
—A Luísa me tratou de forma bem ríspida,eu acho que ele ficou morrendo de ciúmes de me ver conversando com o Otto
—Sério?-Mas a Luísa nunca foi ciumenta
—Por isso que não entendi nada,ela sempre lidou bem tanto com o Marcelo,quanto com o Otto,mas a cara dela não nega,ela deve tá é culpada
—Culpada?-Mas com o quê?
—Ai eu já não sei, só se ela ...
—Ela o quê Ruth?
—Você acha que ela seria capaz de trair o Otto?
—Ah não sei ,será ?
—Às vezes acontece!
—Isso não tem cara da Luísa

Continua...