Um silêncio ainda perdurou depois que a guardiã deixou nossa casa. Assim como eu me sentia, eu sabia que minha família também estava atordoada com os recentes acontecimentos. Muitas coisas haviam acontecido ao mesmo tempo e mesmo para nós vampiros; ainda precisamos de alguns instantes para digerir tudo.

-O que vocês acham? - Jasper perguntou quebrando o silêncio. Foi só então que passamos a nos mover, nos encaramos antes de cada um se acomodar em algum assento.

-Ela gosta de nós, isso é fato. - Carlisle respondeu - Se não gostasse não teria nos ajudado. – Carlisle tinha razão quanto a isso. Clara, mesmo sendo uma guardiã, não tinha motivos concretos para se arriscar por nós confrontando os Volturi como fez.

-Você acha que os Volturi voltarão? – perguntei levemente preocupado. A idéia deles voltarem mais uma vez desejando por as mãos na minha filha me apavorava. Renesmee era a criatura mais doce e pura que eu conhecia, e era meu bem mais precioso. Eu morreria antes de vê-la tirar o sorriso do rosto.

-Duvido. - Carlisle deu os ombros, embora eu pudesse ver sua mente trabalhando com afinco, eu podia constatar a veracidade em suas palavras. - Aquela guardiã sabe como intimidar um vampiro – Brincou ele rindo, deixando claro que realmente não se preocuparia mais com os Volturi. Suspirei aliviado.

-Mas e o fato dela transformar vampiros em humanos? - Rosalie falou ansiosa chamando a atenção para si. - Ela pode nos transformar em humanos novamente! – Rosalie estava sendo impulsiva e inconseqüente como sempre.

-Você ouviu ela falar que não consegue transformar ninguém permanentemente. – Observei tentando fazê-la colocar os pés no chão.

-E daí? Ela pode pelo menos nos dar alguns dia de felicidade! - Rosalie estava radiante com a idéia, estava cega pelo desejo, não estava pensando coerentemente.

-Eu não sei não... – Bella falou pela primeira vez. Encarei-a apenas para ver minha mulher com a mão no queixo, pensativa, linda. - Não sei se seria prudente nos envolvermos com aquela guardiã. - Bella confessou.

-Você diz isso porque você ESCOLHEU essa vida, nós não! – Rose gritou com Bella; totalmente descontrolada e agressiva. - Nós NÃO queríamos ser o que somos! Não tivemos escolha!

-Calma Rosalie, eu só estou dizendo... – Bella estava surpresa com a atitude explosiva de Rosalie e tentou se justificar, mas Rose cortou-a novamente.

-Você esta dizendo que não deveríamos ser humanos, não é? - Rose estava muito exaltada, eu pude ver em sua mente que ela não estava agindo com coerência. Rosalie falava com intenção de magoar e ferir Bella. - Sinto muito lhe informar, mas essa não foi a vida que nenhum de nos escolheu, e não vai ser VOCÊ que vai nos impedir de termos o prazer de voltarmos a ser humanos! – Eu me vi petrificado com os absurdos que Rosalie falava, sem conseguir tomar qualquer atitude.

Todos estavam surpresos com aquela cena deplorável, mesmo todos nós sabendo que o maior sonho de Rose era ter sua vida humana de volta, ninguém conseguia acreditar que ela agia de maneira tão explosiva.

-Rose eu só... – Novamente Bella tentou se justificar, até chegou a levantar as mãos para cima em sinal de paz, mas Rosalie não parecia perceber isso.

-CALE A BOCA, BELLA! – Gritou minha irmã.- Você só esta indo contra porque tem medo de que quando o você e o Edward voltarem a ser humanos ele largue você, não é? - Rosalie gritou mais forte do que nunca.

Aquilo deixou Bella em choque e ela não respondeu. Me vi desacreditado com as palavras de Rosalie, como ela poderia dizer tamanha besteira? Eu jamais deixaria Bella, ela era e sempre seria meu único e verdadeiro amor. Com Rosalie tinha coragem de insinuar tal coisa.

-Cale a boca, Rosalie! - eu grunhi ferozmente. Eu estava prestes a avançar sobre ela quando Carlisle me segurou juntamente com Jasper. Eu via na mente de Carlisle sua pretensão de intervir, mas ele não conseguiu ser rápido o suficiente. Rose continuou a soltar seu veneno sobre Bella.

-Ahhh - ela continuou com desdém. – Está vendo como eu tinha razão! Você não tem resposta pra isso, não é Bella? Pois fique você sabendo que seria muito bom se isso acontecesse! Edward precisa de uma MULHER DE VERDADE! Você não é; não foi, nem nunca será boa o suficiente para ele! Essa é a verdade! – Os olhos de Rosalie estavam cobertos por maldade, suas palavras eram tão afiadas quanto lanças de caça.

Aquelas palavras magoaram Bella até seu intimo. Eu consegui perceber, mesmo sem ler sua mente, o quanto ferida minha mulher estava, era nítido isso. Os olhos de Bella refletiam dor e desespero. ninguém parecia saber o que falar.

-JA CHEGA ROSALIE! - Eu gritei no mesmo instante, incrédulo com o nível de crueldade de Rosalie, consegui me desviar de meu irmão e meu pai e comecei a avançar sobre ela, mas Carlisle voltou a me segurar.

-Se acalme filho. – pediu ele enquanto eu tentava me soltar, nunca desejei tanto a cabeça de Rose quanto naquele instante. - E você pare com isso Rose! - Carlisle foi autoritário e incisivo, fazendo Rose se encolher levemente. - Agora, peça desculpas a Bella.

Tudo que aconteceu em seqüência foi rápido demais. Soltei-me de Carlisle pronto para me aproximar de Bella e envolvê-la em um poderoso abraço, mostrando-lhe o quão errada Rosalie estava. Rosalie estava prestes a pedir desculpas, nenhum de nós conseguiu atingir seu objetivo, pois Bella não quis ouvir nem se aproximar de mim, ainda com aquela expressão de dor e desespero, ela saiu correndo porta a fora.

Demorei alguns segundos para perceber que em cima da mesa da cozinha, ela tinha deixado a aliança.