A Escolhida

A Escolhida

Condenada ao dom de captar os pensamentos alheios, a bela Isabella Shelton Swan se sente mais a vontade escondida na biblioteca da propriedade rural inglesa de seu pai que em companhia de seus admiradores. Mas os deveres familiares exigem que assista a uma festa suntuosa, onde se mescla a flor e nata da sociedade londrina, com a esperança de encontrar um marido adequado. Assediada com pesar pelo “bate-papo” de várias mentes, Isabella encontra alívio na companhia de um atraente aristocrata estrangeiro, sempre envolto em mistério.
De fato, o príncipe Edward não é como outros homens. É o poderoso chefe de um clã oriental de imortais que viajou a Londres em busca do criminoso que põe em perigo a sobrevivência dos de sua raça. Isabella intui que Edward é perigoso, e precisa desvendar seu mistério mesmo à custa de correr um grave risco.
Mas o desejo abrasa a ambos: a ela, a cativante telepata, e a ele, o intrépido chefe que deve aprender a confiar em seu coração. Entretanto, as circunstâncias conspiram contra: Isabella precisa de um matrimônio que a livre da ruína, e o príncipe têm o amor proibido com qualquer humana.
A mútua atração se converte em paixão ardente e torturante. Uma paixão desatada cujas exigências podem lhes custar a ambos a vida… e a alma.
Só o descobrimento de sua misteriosa origem conseguirá que Isabella una sua vida a do Edward, e cumpra a missão para a que, sem sabê-lo, foi escolhida muito tempo atrás.
Classificação 16+
Popular Lemon Mistério Romance Suspense Saga Crepúsculo
kesiagarcia

Sinopse

Notas adicionais

Autor
kesiagarcia


Classificação 16+
Livro concluído
Publicado em 13 de mai. de 2010 22:25
Atualizado em 10 de set. de 2010 09:34
18.115 palavras

marinaflima
Numa atmosfera misteriosa e conturbada, uma telepata e um vampiro enfrentam uma sociedade fútil e invejosa. E não é mais um daqueles romances clichês e sem sentido, com um jogo de palavras inteligente Kesya Cullen consegue prender totalmente a atenção dos leitores, narrando os fatos como manda a linguagem culta - diga-se de passagem, se desempenhando muito bem. Escolhida é uma história fascinante, e a cada capítulo fico mais entretida. RECOMENDO SEM HESITAR!