Julia...

Julia...

Atrás da cruz que tanto crê, atrás da batina que tanto honra, atrás de teu amor e devoção por Deus, ali em sua frente está ele, o padre, o homem honrado em nome do Senhor Jesus Cristo, que emana a palavra com doçura em voz grossa.

O senhor Padre Heloi Santireé Agustine.

O jovem homem que agora, se perde em deleite do pecado, que entende o sabor de luxúria como um dos meios corruptos do adorador inferior. Alegado e difamado, horrível e lesado, ali é o inferior, o ser abaixo do Senhor, ele mexe com sua cabeça para amar a jovem moça, insinuando o erotismo em uma mulher.

Cá está ela...
A tua amada Julia.
Classificação 18+
Extremamente Popular Drama Romance Suspense Terror Darkfic Angst
Sthefany Crhistiny

Sinopse

Notas adicionais

Autor
Sthefany Crhistiny


Classificação 18+
Tags: Extremamente Popular Drama Romance Suspense Terror Darkfic Angst
Livro concluído
Publicado em 15 de jun. de 2014 17:29
Atualizado em 15 de jun. de 2014 17:29
1.483 palavras

Jeffuncio
Apesar de ser uma one-shot, essa fic merece ser recomendada. A escrita é fascinante! A escolha das palavras, o cenário, as descrições e outros elementos foram unidos numa receita capaz de tocar qualquer leitor. A autora foi capaz de fazer uma mescla muito boa nas categorias, inserindo uma visão mais realista dentro de um gênero que geralmente está recheado de erotismo e perversidade. Parabéns para Crhistiny Lollita!
Miss Mystery
O que dizer? Sei que as minhas palavras não vão ser tão boas como as quais as outras pessoas expressaram para você, mas nada me impede, certo?

Sua escrita é maravilhosa, o que mais uma vez prova que, fanfic boa não é fanfic DE sinônimos com palavras "complexas".

Confesso que ando um tanto desatualizada do site, mas agradeço por ter visto um pequeno comentário(Que acabou virando um chat) em um dos post de uma página de fanfictions...E lhe prometo, os comentários eram todos positivos...Uma garota disse até que ficou sem dormir por poucos dias por ler essa história...De certa forma isso é bom, te parabenizo, queria ter esse seu "dom" e (creio) que sua confiança para escrever algo polêmico mas que acaba não sendo retratado como o famoso "barraco", queria escrever com essa simplicidade e complexidade como você escreveu, e sinceramente, não acho que escrevo de uma forma ruim, claro que não comparo com essa, ou com minhas antigas escrituras (minha professora de redação sofre ao ver minhas dez páginas, de linhas preenchidas, as quais acho que estão boas, se não estivessem creio que ela me diria), eu apenas considero algo tão ridículo essa frase dita com acidez "Você não escreve bem", e acho mais ridícula quando ocorre esse diálogo: " E o que você me sugere? Como acha que devo melhorar?" "[...]", uma resposta em vazio....
Desculpe, acho que acabei me desabafando na verdade, mas acho que todo escritor, médico, professor, qualquer carreira que você siga ou deseja seguir, passa por isso...Bom, voltando ao que vim fazer em um resumo, essa história foi incrível, deliciosa de se ler e sentir, espero ler suas outras histórias...E caso não for pedir muito, você me recomendaria alguma escrita, ou elementos essenciais para uma boa história? Sei que cada escritor tem sua maneira de se expressar através das palavras, mas todos tem um fator em comum, o qual eu peço (por favorzinho) para me auxiliar.
Layla Glêz
Julia, ah, Julia... Por que tão linda? Por que tão doce e surpreendente? Ah, Julia, assim você me encanta, me embevece, me põe louca. Tão adorável. Tão pura. Tão torpe.
Não sei o que falar dessa One Shot. Não sei sequer dizer o que vale a pena ela ser recomendada. Acho que o motivo que a faz merecer ser lida, comentada e recomendada, é cada uma das palavras postas tão delicadamente, com tanto cuidado que se faz pensar o que a inspirou.
Deixarei o silêncio por motivo e um sussurro:
Julia, ah, Julia.
Queen Hady
Conheci essa história devido ao Clube de Leitura de que participo e a autora dessa one-shot faz parte... E sinceramente, minha reação e a dos demais membros ao ler e debater essa história evidenciava nossa surpresa e empolgação.

Essa é uma história crua.

"Como assim Queen?"

Quero dizer no sentido que a autora não tenta disfarçar a realidade, por mais poético que seja a história em algumas passagens.

Esta é uma one-shot forte, dramática, angustiante... Perfeita. Daquelas que te deixaram questionando e tentando analisar e reanalisar a situação, aquela escrita que a cada nova lida um novo fato é descoberto.

Eu recomendo!
Kah Jay
Caramba. Caramba, caramba, caramba. E não caramba de ruim. Simplesmente sublime, quando comecei a ler não esperava algo assim. Meu coração acelerava a cada linha lida.
Júlia. Júlia. Júlia. Essa obsessão, foi tudo perfeito.
A ligação doentia, toda essa forma de amor.
Miss Lolli me encantou com esse texto e não tenho palavras pra descrever o quanto.
É difícil escrever algo forte assim e levar em frente, imagino que muitos julgaram. Mas essa está entre uma das melhores ficções "macabras", psicológicas, religiosas que já tive o prazer de ler.
Palavras me faltam pra descrever o quanto admirei essa obra e um rewiew não seria suficiente.
Sou leitora assídua de "temas polêmicos", pessoas evitam escrever sobre isso, e se todas que se arriscassem a escrever fizessem tão bem assim eu seria uma leitora muito mais feliz.
Indico essa história pela simpatia da autora, pela forma como foi escrita, por não ter erros e principalmente por ousar.
E logo digo: indico pra quem tem coragem e mente aberta, pois tudo pode acontecer com Júlia.
Miss Ghost
Julia... É um nome que soa realmente bem. Mas nada soa melhor que a escrita da autora. Uma das histórias mais tensas e maravilhosas que já tive o prazer de ler. Poderia perder horas elogiando.
A escrita flui como água. E a autora não poupa nenhuma virgula a mostrar a obsessão, a luxuria. O leitor se transporta para dentro da história, como se visse tudo acontecer.
A escolha do cenário foi incrível. Imaginar que o pecado pode se esconder atrás de uma cruz e uma batina é fantástico. Mas tenha sua mente aberta para isso, saiba separar realidade e ficção.
Eu nunca li algo tão incrível, tão pesado. E ao mesmo tempo tão sublime. A autora tem todos os meus elogios!
Nuvens de chuva
Eu me senti obrigada a recomendar esta história. Simplesmente não há nada, nada mais maravilhoso, fabuloso e incrível como a escrita da autora ! Não me senti assim quando li uma história, nunca. Essa história é especial ! Oh meu Deus, um homem consumido, tomado de o que alguns chamariam de amor, do que ele chamaria de amar. Talvez fosse realmente amor. Eu simplesmente amo histórias que me fazem meditar sobre algo. Afinal, amor dói? Uns dizem que amor é um campo de rosas vermelhas, cheio de doçura e alegria. Outros dizem que amar dói. Amar machuca, amar.... oh meu Deus, isso parece ser tão complicado a partir do momento que li esta história. Há tipos de amor? Digo, o amor que é cruel. O amor que é feliz, o amor que cuida? O amor é um só? Será que a autora tem noção do que fez comigo? É realmente paralisante. Eu não sei o resto das pessoas, mas com a escrita da autora eu fiquei totalmente descompassada, senhor, mas que escrita maravilhosa é essa? O que eu devo fazer com tamanha empolgação? Eu não sei a palavra certa para a minha reação depois de ler essa história. É a One Shot mais perfeita que eu já li em toda a minha vida !
Eu não sei se estou falando demais, se pareço uma boba alegre, ou uma... eu não sei. Essa fanfic causou uma confusão em mim. Isso é realmente interessante e acho que, se uma pessoa tiver a mente aberta, ela não vai se arrepender de lê-la. Eu não consigo imaginar em alguém se arrependendo de tê-la lido, na minha cabeça, isto parece realmente impossível.
Essa fanfic é sobre o que eu chamo de amor insano, e logo depois eu me pergunto: Devo chamar de amor? Bem... penso que não. O amor é doce, não é? Conseguiu me causar uma confusão incrível !
Ethereal Serenade
Julia não é uma história fácil de ser lida, e muito menos de ser digerida facilmente. Ela aborda uma temática pouco usual, e não menos polêmica. Venho aqui recomendar a leitura a todos, mas como os bons são os amigos sempre avisam, deixo um recado de antemão: esta não é uma leitura aconselhável a quem tem a mente fraca e/ou fechada para determinados assuntos, ou toma como ofensa quando se toca em algo que lhe deve respeito. Agora, se você deseja ler algo que fuga às regras do lugar-comum, que incomode, que cause e traga sensações diversas, e, quem sabe até mesmo o/a fascine de uma maneira peculiar, sinta-se convidado para o deleite desta pequena, porém inesquecível história.
Caroles
Julia... Um nome lindo para um história que aborda um tema muito polêmico, mas que não deixa de ser real. Julia... Fiquei realmente surpresa com a história, do começo ao fim, me deixou completamente arrepiada, querendo desvendar mais e mais sobre o padre, sobre Julia, sobre a história por trás dos dois.
Julia... enredo magnífico, que prende do início ao fim, com um gostinho de quero mais. Julia é uma história incrível, que deixa a pessoa num estado de choque para que possa digerir tudo depois de ler. Incrível! Brilhante!
... e muitos outros usuários recomendaram este livro!